Jucema apresenta sistema Empresa Fácil para contadores maranhenses

08/08/2015

O Governo do Maranhão, por meio da Junta Comercial do Maranhão (Jucema) apresentou, na quinta-feira (6), o ‘Empresa Fácil Maranhão’ para a classe contábil do estado. O objetivo foi compartilhar a utilização do novo sistema que vai alterar a dinâmica de abertura, alteração e baixa de empresas no Maranhão, que em São Luís, passará a ser exclusivamente pela internet (www.empresafacil.ma.gov.br) a partir de segunda-feira (10). A novidade faz parte da instalação da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim) no Estado.

Na abertura do encontro, que contou com cerca de 200 participantes, o presidente da Jucema, Sérgio Sombra, ressaltou que a instalação do ‘Empresa Fácil’ vai ser um divisor de águas para o registro empresarial, dando um grande dinamismo, especialmente, ao trabalho dos contadores que, diariamente, travam uma luta contra os procedimentos burocráticos para a formalização de novos negócios. “Com essa iniciativa do governo Flávio Dino iremos configurar uma nova realidade do registro empresarial no nosso estado. Estamos falando de um aliado dos empresários e, especialmente, da classe contábil”, reforçou o presidente. Para o presidente em exercício do Conselho Regional de Contabilidade do Maranhão, Nilson Prazeres, a inciativa terá um impacto positivo para os contabilistas. “O Empresa Fácil é, sem dúvidas, uma das melhores notícias que a classe contábil recebeu nos últimos anos. Estava na hora de termos essa facilidade para melhorar e ganhar tempo com menos burocracia. Isso é fundamental para o mundo atual, competitivo e que exige celeridade nos processos e serviços”, endossou. Para demonstrar aos contadores o processo de utilização do Programa Empresa Fácil Maranhão, a consultora Carolina Cavalcante, que responde pela operacionalização de instalação da Redesim no estado, abordou as funcionalidades e o passo a passo da página que também é autoexplicativa. Outra novidade disponibilizada pelo portal é a possibilidade do cliente acompanhar, via internet, o andamento da solicitação para o registro da empresa. “Após a conclusão dos passos iniciais para registrar seu negócio, é gerado um número de protocolo, e com ele o novo empresário poderá monitorar o desenvolvimento do pedido de abertura de sua empresa”, acrescentou Carolina Cavalcante.

Após São Luís, o processo será iniciado nas demais cidades maranhenses no mês de setembro. A meta da Jucema é garantir que todos os 217 municípios estejam completamente integrados ao sistema.

“O cenário do registro empresarial no estado está passando por um novo momento, onde a Jucema passa a ter o papel de integradora das informações necessárias para o registro de uma empresa e, consequentemente, ser o órgão responsável pelo compartilhamento dessas informações com os outros órgãos de licenciamento empresarial, como prefeituras, Receitas Federal e Estadual, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária, Meio Ambiente, entre outros”, salientou o presidente da Jucema.

Copyrights. © 2016 by Junta Comercial do Estado do Maranhão.